Laboratório de Entomologia Forense


Entomologia Forense

A entomologia forense é o estudo dos vestígios entomológicos presentes em um cadáver em decomposição e/ou possível local e circunstância criminosa para prover informações úteis em processos judiciais. Os insetos podem se tornar relevantes do ponto vista jurídico em diversas situações, de modo que tudo vai depender das circunstâncias, e qualquer inseto pode ter utilidade e ser considerado de importância forense: basta que exemplares de insetos sejam elementos e, por conseguinte, vestígios encontrados em uma das situações susomencionadas. Contudo, é para o ciclo de vida de espécies necrófagas, cujas larvas alimentam-se de corpos em decomposição, que os pesquisadores da entomologia forense têm voltado seu foco.

Generic placeholder image

A informação mais pertinente provida pelo estudo dos insetos presentes em um corpo em decomposição é a estimativa do tempo mínimo transcorrido desde a morte da pessoa até a data em que o corpo foi encontrado, comumente denominado de IPM mínimo – Intervalo Pós-Morte mínimo. Isso equivale a estimar a data em que a pessoa morreu, com base no desenvolvimento das espécies de insetos presentes no cadáver.

Generic placeholder image

Quando se encontra um cadáver em decomposição exposto às condições ambientais e que esteja colonizado por insetos necrófagos, o tempo necessário para o desenvolvimento dos insetos até aquele momento (ou seja, a “idade” do inseto), considerando a temperatura do ambiente, é o ponto de partida para se estimar o IPM mínimo, pois, nas condições citadas, os insetos iniciam a colonização do cadáver poucos minutos após a morte do indivíduo.

Generic placeholder image1

Ao se coletar um ou mais espécimes de insetos necrófagos, deixá-los completar seu desenvolvimento até a fase adulta e depois determinar a espécie coletada, é preciso recorrer a estudos prévios a fim de saber quanto tempo foi necessário para o inseto atingir aquela “idade” sob condições controladas.

Generic placeholder image

Por meio de estudos mais avançados, os insetos também podem fornecer as seguintes informações, preciosas para auxiliar na elucidação de um fato delituoso:

  • Insetos restritos a certa área ou tipo de ambiente, e que são encontrados num cadáver em uma área diferente, podem provar que o corpo foi movido após a morte;
  • Drogas que não podem ser detectadas em tecidos de um corpo em estado avançado de decomposição ainda podem ser encontradas em larvas de insetos que se alimentaram do cadáver;
  • A localização de um ferimento pode ser determinada por locais de alimentação incomuns de larvas e besouros, já que os insetos normalmente colonizam primeiro as cavidades naturais do corpo;
  • Larvas de moscas encontradas em feridas ou cavidades corpóreas de pessoas vivas (idosos, crianças ou deficientes físicos, doentes ou não) indicam maus tratos e/ou negligência no cuidado a esses indivíduos por quem tinha o dever legal de fazê-lo.

Generic placeholder image

Voltar para o Topo